E.E.E.F.M. FREI OTHMAR - Santarém-PA

  • 1Dinamismo e aprendizado
  • 2Fruto de esforço e dedicação
  • 3Além das salas de aula
1 2 3
Qualidade na educação: Professor bem remunerado, condições de trabalho e estudantes bem assistidos em escolas dignas.

Agenda

Atenção: de 19 de janeiro a 05 de fevereiro, período da recuperação final!


Cadastre seu e-mail e receba novidades!
Editorial
Não à privatização da educação pública através do sucateamento proposital - 13/4/2016
Por: Professor Márcio Pinto

Outro dia, na condição de gestor, eu e as demais colegas eleitas reunimos com técnicas da Ure/Santarém para compartilhar e avaliar os resultados da escola em 2015, porém sobretudo para apresentar nossas expectativas e táticas a serem adotadas em 2016 para vencer os desafios em relação à melhoria dos resultados.

Naquela ocasião, eu dizia que internamente estávamos muito bem articulados para dar andamento aos trabalhos. Tínhamos feito um bom planejamento, dentro do melhor dos marcos democráticos, porém, como sempre, talvez não alcançássemos as metas por conta de fatores externos.

Refería-me principalmente a falta de comprometimento do estado, neste caso representado pelo governador Jatene, e da própria Ure para com a manutenção de uma conjuntura favorável à educação, à escola e a quem dela dependa (tendo a clareza de que tudo que vem de cima é intencional e faz parte da política de sucateamento, precarização e privatização do ensino).

Explicava que iniciávamos o ano letivo com uma reforma que sequer conseguiu responder ao nosso problema elétrico. Retomamos as atividades sem o reajuste do piso docente, sem o alinhamento do salário-mínimo das demais categorias da escola, com o desconto de greve para alguns, com a possibilidade "anunciada" (talvez por maldade) de simplificação da grade curricular e com o fantasma da redução de alunos matriculados na rede.

Enfatizava que os que estão na escola são, antes de tudo, pais e mães de família, e por isso não tinham como não se desestabilizar diante de tantas incertezas. Não tinham como não se preocupar se não sabiam sequer de quanto seria a renda ao final do mês. Ou seja, não tinham como conseguir alcançar a paz de espírito necessária para se focar no trabalho e dar a aula que o aluno merece e que o estado "diz que" se esforça para garantir.

Cito o ocorrido, não que tenha esperança de que o governador Jatene sofra um impeachment ou seja tomado por uma crise de consciência e nos perceba como humanos, até porque, como já disse, tudo faz parte de um projeto que desconsidera o humano. Ele sabe que apesar de nossos esforços internos enquanto escola seguiremos avançando pouco. Muitos dos nossos resultados talvez se repitam. E ele precisa disso para seguir dizendo que a educação pública (nós) não presta e por isso é preciso o estado vendê-la à iniciativa privada, seja através de pré-vestibular, seja através do Mudiar, seja agora através do SEI.

Talvez não consigamos reverter muito do que está posto. A histórica desvalorização da educação neste momento nos coloca em desvantagem, visto que a falta do saber faz com que poucos consigam entender ou mesmo reagir às ações do governo. O certo é que Jatene e o PSDB precisam ser desmascarados. A sociedade tem que conhecer o que está por trás desta política. É preciso denunciar nas ruas e nas praças. Um dia seremos ouvidos!

Prof. Márcio Pinto
Santarém

Extraído de: http://www.sinteptapajos.org/nao-a-privatizacao-da-educacao-pelo-sucateamento.asp

Voltar

Mais editoriais
12/11/2014
Um ótimo texto que analisa perspectivas do Governo Dilma pós-eleição
Por: Rogério Jordão - Portal Yahoo
10/6/2013
Sala de aula adaptada em uma escola para ser reformada
Por: Elane da Silva Pimentel, turma 203
Página 1 de 1 - Primeira Anterior [ 1 ] Próxima Ultima
Apoio

Mural de opinião
Mande a sua
   

E.E.E.F.M. FREI OTHMAR
Trav. Prof. José Agostinho, s/n. Santíssimo
CEP 68010-230 - Sanatarém - Pará
fone: 3523-2246
E-mail: escolafreiothomar@seduc.pa.gov

Nossa redação: redacao@escolafreiothmar.g12.br

Área restrita