HISTÓRICO E CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA FREI OTHMAR

1. CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA

1.1 Histórico

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio FREI OTHMAR, foi fundada em 04 de outubro de 1959 por iniciativa do Frei franciscano Othmar Rollman, com o objetivo de ajudar na formação educacional das crianças do bairro, como uma instituição vinculada à Igreja Católica, tendo os professores pagos pela Prefeitura Municipal de Santarém.

Começou a funcionar no barracão que servia de capela, associada à escola São Francisco e chamava-se Escola do Santíssimo Sacramento. A escola começou com 135 alunos e 4 professoras, e tendo como responsável pela direção a professora Maria Nilce Rocha Quintino. No ano de 1960, com a colaboração dos padres seculares e da administração municipal, tendo como prefeito o Capitão Almano de Moura Melo, foi construído um prédio em alvenaria com 3 salas de aula.

Em 1968, a Prefeitura assumiu totalmente os gastos com sua manutenção, por isso, passou a ser chamada Escola Municipal do Santíssimo Sacramento. Com o crescimento  populacional do bairro e a demanda por vagas, a prefeitura reestruturou o prédio em alvenaria que em 24 de outubro de 1969 foi inaugurado e recebeu o nome de Escola Municipal Frei Othmar, tendo a professora Benedita Pereira Brasil como diretora. Em 1972, tendo como diretora Raimunda da Cunha Siqueira, a escola já contava com 15 professores, 580 alunos e 4 serventes, sendo que duas turmas funcionavam em uma casa ao lado do prédio que foi doado pela prefeitura. No ano de 1973, foi criado o Curso Supletivo. A escola já não comportando o número de alunos, em 1975, ganhou da comunidade e com apoio da Prefeitura um barracão para acomodar os alunos que não conseguiam vagas. Em 1980 a comunidade reivindicou junto ao governo do estado um prédio maior e em 21 de março de 1981 foram entregues à comunidade 2 blocos em alvenaria com 16 salas de aulas, um pavilhão com a parte administrativa.O prédio foi inaugurado em janeiro de 1982 pelo governador Alacid da Silva Nunes. No ano de 1990, assume a direção da escola a professora Darlete Coelho Pimentel. Nos anos de 1995 e 1996, a escola passou por uma reforma, a única desde a sua inauguração; Almir José da Oliveira Gabriel era o governador do Estado. No decorrer dos anos sua estrutura física permaneceu quase inalterada, recebendo somente alguns reparos e tendo algumas de suas dependências adaptadas.

No dia 30 de setembro de 1996, aconteceu a primeira eleição para a escolha dos membros do Conselho Escolar. Em 2001 assume a Direção o professor José Daniel Farias Torres. Durante sua gestão foi adquirido a sala de vídeo (multimídia) e a biblioteca e foi um incansável reivindicando o laboratório de informática. No ano de 2007, Darlene Andrade de Sousa assume a Direção da Escola, permanecendo no cargo até janeiro de 2010. Na sua gestão, houve o fortalecimento do Conselho Escolar, a revitalização da sala multimídia, da biblioteca, da cozinha, da cantina, reforma do bebedouro, a construção do laboratório de informática. No seu período como diretora, Darlene também se empenhou na reestruturação da banda marcial, que passou a ter como responsável a professora Andréa Lemos, a qual logrou conquistar vários títulos. No final de 2009, houve a primeira eleição para gestão escolar, sendo eleito o Técnico em Educação Sandro Jorge Massaranduba e Silva.

No concurso de Bandas e Fanfarras de Santarém, a escola logrou-se campeã duas vezes em seguida, em 2010 e em 2011, na categoria Fanfarra Simples. Em abril de 2010 vai ao ar o Site da Escola, através do projeto “Escola na Web”.

Na greve do ano de 2009, o Sindicato dos Professores - SINTEPP, denunciou junto ao Ministério Público as péssimas condições em que se encontravam as escolas estaduais, sendo aceita a denúncia, então, em meados de 2010, que a juíza Betânia de Figueiredo Pessoa, de Santarém, ajuizou o bloqueio de parte das verbas destinadas a propagandas do governo de Ana Júlia Carepa para que fossem empregadas em reforma de sete escolas da cidade de Santarém. E dentre as escolas, Frei Othmar foi contemplada, tendo sua reforma iniciada em julho de 2010, apenas com a troca do telhado e novas instalações elétricas. Em setembro de 2010, a Construtora Lima Vieira foi autorizada a iniciar uma segunda reforma que contemplaria outros serviços como: pintura, instalação de grades, novos banheiros, refeitório e muito mais. No entanto, com a transição de governo, agora para o mandato de Simão Jatene, tudo foi paralisado, resultando no prejuízo do ano letivo de 2011, por isso o Conselho Escolar, numa reunião extraordinária, para que os alunos da escola não ficassem prejudicados decidiu entrar com uma denúncia junto ao Ministério Público Estadual para que este investigasse e analisasse o caso e também paralelo à ação impetrada no Ministério Público, o Conselho iria garantir o início das aulas em 2011 através de recursos próprios somados aos do PDDE para estruturar as salas inacabadas com instalação elétrica e de ventiladores para abrigar parte das turmas, além de realizar uma boa faxina, para remover os entulhos deixados pela Construtora.

Em 17 de junho de 2011, acontece assembleia estudantil para a criação do Grêmio da Escola com leitura e aprovação do Estatuto da Entidade. Em 28 de junho de 2012, foram conhecidos os eleitos a compor a primeira diretoria do Grêmio Estudantil, os eleitos foram:Presidente: André Marinho Silva; Vice-presidente: Wesley Almeida do Nascimento dos Santos; Tesourero: Manoel Lima Coelho; Vice-tesoureiro: Renatta Emanuelle Wonghon da Silva; Secretário: Rayra Letícia Dias e Vice-secretário: Huélen Ynae Leite Coelho.

Em 16 de março de 2012, pela primeira vez com organização total do pleito eleitoral informatizado, incluindo também o uso de urnas informatizadas foi eleita pela Comunidade e Comunidade Escolar a Técnica em Educação, Rosilda Perpétua Lima de Andrade, pelo qual após 1 (uma) hora após o pleito, já estavam os votos contabilizados e anunciada o resultado eleitoral.

1.2 Caracterização

A escola está localizada no bairro do Santíssimo, porém atende uma clientela de toda a grande Prainha e de outros bairros de Santarém. Por oferecer ensino desde o 6º ano do Ensino Fundamental (antiga 5ª série) até o 3º ano do Ensino Médio, e também por ofertar turmas de 1ª e 2ª EJA do Ensino Médio, possui uma clientela diversificada e que exige, portanto, metodologias diversificadas.

A relação da comunidade com a escola não é de envolvimento. O desafio é grande para envolver pais ou responsáveis e membros de entidades comunitárias no andamento escolar.

Quanto à estrutura física são inúmeras as necessidades, especialmente após a reforma inacabada e abandonada pelo poder público, a qual está descrita no histórico deste PPP. A escola, no momento, está funcionando com doze salas de aula, pelo menos seis delas improvisadas para funcionar, o laboratório de informática e a biblioteca, após mais de um ano e meio desativados, por conta da má reforma e hoje funcionam em salas improvisadas e adaptadas para tais recursos. A prática de educação física é feita numa quadra alugada, pois anteriormente as aulas de esporte eram praticadas na Praça da Igreja do Santíssimo estando os alunos vulneráveis às intempéries das condições climáticas.

Atualmente, a instituição é composta por 54 funcionários, dentre os quais: 1(uma) diretora, 1(um) secretário 36 professores, 4(quatro) coordenadoras pedagógicas, 3(três) vigias, 4(quatro) agentes administrativos, 2(duas) serventes, 3(três) merendeiras e 831 alunos distribuídos nos três turnos; e mais de 400 alunos frequentando o anexo na comunidade do Curuai. Os níveis e modalidades de ensino ministrado são: Ensino Fundamental Regular de 5ª a 8ª séries, Ensino Médio Regular e EJA Médio. (PPP2012)

Voltar

E.E.E.F.M. Frei Othmar
Travessa Professor José Agostinho, SN
Santíssimo - Santarém/PA
Redação: redacao@escolafreiothmar.g12.br

E.E.E.F.M. FREI OTHMAR - Santarém-PA

  • 1Dinamismo e aprendizado
  • 2Fruto de esforço e dedicação
  • 3Além das salas de aula
1 2 3
Qualidade na educação: Professor bem remunerado, condições de trabalho e estudantes bem assistidos em escolas dignas.

Agenda

Atenção: de 19 de janeiro a 05 de fevereiro, período da recuperação final!


Cadastre seu e-mail e receba novidades!
HISTÓRICO E CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA FREI OTHMAR

1. CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA

1.1 Histórico

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio FREI OTHMAR, foi fundada em 04 de outubro de 1959 por iniciativa do Frei franciscano Othmar Rollman, com o objetivo de ajudar na formação educacional das crianças do bairro, como uma instituição vinculada à Igreja Católica, tendo os professores pagos pela Prefeitura Municipal de Santarém.

Começou a funcionar no barracão que servia de capela, associada à escola São Francisco e chamava-se Escola do Santíssimo Sacramento. A escola começou com 135 alunos e 4 professoras, e tendo como responsável pela direção a professora Maria Nilce Rocha Quintino. No ano de 1960, com a colaboração dos padres seculares e da administração municipal, tendo como prefeito o Capitão Almano de Moura Melo, foi construído um prédio em alvenaria com 3 salas de aula.

Em 1968, a Prefeitura assumiu totalmente os gastos com sua manutenção, por isso, passou a ser chamada Escola Municipal do Santíssimo Sacramento. Com o crescimento  populacional do bairro e a demanda por vagas, a prefeitura reestruturou o prédio em alvenaria que em 24 de outubro de 1969 foi inaugurado e recebeu o nome de Escola Municipal Frei Othmar, tendo a professora Benedita Pereira Brasil como diretora. Em 1972, tendo como diretora Raimunda da Cunha Siqueira, a escola já contava com 15 professores, 580 alunos e 4 serventes, sendo que duas turmas funcionavam em uma casa ao lado do prédio que foi doado pela prefeitura. No ano de 1973, foi criado o Curso Supletivo. A escola já não comportando o número de alunos, em 1975, ganhou da comunidade e com apoio da Prefeitura um barracão para acomodar os alunos que não conseguiam vagas. Em 1980 a comunidade reivindicou junto ao governo do estado um prédio maior e em 21 de março de 1981 foram entregues à comunidade 2 blocos em alvenaria com 16 salas de aulas, um pavilhão com a parte administrativa.O prédio foi inaugurado em janeiro de 1982 pelo governador Alacid da Silva Nunes. No ano de 1990, assume a direção da escola a professora Darlete Coelho Pimentel. Nos anos de 1995 e 1996, a escola passou por uma reforma, a única desde a sua inauguração; Almir José da Oliveira Gabriel era o governador do Estado. No decorrer dos anos sua estrutura física permaneceu quase inalterada, recebendo somente alguns reparos e tendo algumas de suas dependências adaptadas.

No dia 30 de setembro de 1996, aconteceu a primeira eleição para a escolha dos membros do Conselho Escolar. Em 2001 assume a Direção o professor José Daniel Farias Torres. Durante sua gestão foi adquirido a sala de vídeo (multimídia) e a biblioteca e foi um incansável reivindicando o laboratório de informática. No ano de 2007, Darlene Andrade de Sousa assume a Direção da Escola, permanecendo no cargo até janeiro de 2010. Na sua gestão, houve o fortalecimento do Conselho Escolar, a revitalização da sala multimídia, da biblioteca, da cozinha, da cantina, reforma do bebedouro, a construção do laboratório de informática. No seu período como diretora, Darlene também se empenhou na reestruturação da banda marcial, que passou a ter como responsável a professora Andréa Lemos, a qual logrou conquistar vários títulos. No final de 2009, houve a primeira eleição para gestão escolar, sendo eleito o Técnico em Educação Sandro Jorge Massaranduba e Silva.

No concurso de Bandas e Fanfarras de Santarém, a escola logrou-se campeã duas vezes em seguida, em 2010 e em 2011, na categoria Fanfarra Simples. Em abril de 2010 vai ao ar o Site da Escola, através do projeto “Escola na Web”.

Na greve do ano de 2009, o Sindicato dos Professores - SINTEPP, denunciou junto ao Ministério Público as péssimas condições em que se encontravam as escolas estaduais, sendo aceita a denúncia, então, em meados de 2010, que a juíza Betânia de Figueiredo Pessoa, de Santarém, ajuizou o bloqueio de parte das verbas destinadas a propagandas do governo de Ana Júlia Carepa para que fossem empregadas em reforma de sete escolas da cidade de Santarém. E dentre as escolas, Frei Othmar foi contemplada, tendo sua reforma iniciada em julho de 2010, apenas com a troca do telhado e novas instalações elétricas. Em setembro de 2010, a Construtora Lima Vieira foi autorizada a iniciar uma segunda reforma que contemplaria outros serviços como: pintura, instalação de grades, novos banheiros, refeitório e muito mais. No entanto, com a transição de governo, agora para o mandato de Simão Jatene, tudo foi paralisado, resultando no prejuízo do ano letivo de 2011, por isso o Conselho Escolar, numa reunião extraordinária, para que os alunos da escola não ficassem prejudicados decidiu entrar com uma denúncia junto ao Ministério Público Estadual para que este investigasse e analisasse o caso e também paralelo à ação impetrada no Ministério Público, o Conselho iria garantir o início das aulas em 2011 através de recursos próprios somados aos do PDDE para estruturar as salas inacabadas com instalação elétrica e de ventiladores para abrigar parte das turmas, além de realizar uma boa faxina, para remover os entulhos deixados pela Construtora.

Em 17 de junho de 2011, acontece assembleia estudantil para a criação do Grêmio da Escola com leitura e aprovação do Estatuto da Entidade. Em 28 de junho de 2012, foram conhecidos os eleitos a compor a primeira diretoria do Grêmio Estudantil, os eleitos foram:Presidente: André Marinho Silva; Vice-presidente: Wesley Almeida do Nascimento dos Santos; Tesourero: Manoel Lima Coelho; Vice-tesoureiro: Renatta Emanuelle Wonghon da Silva; Secretário: Rayra Letícia Dias e Vice-secretário: Huélen Ynae Leite Coelho.

Em 16 de março de 2012, pela primeira vez com organização total do pleito eleitoral informatizado, incluindo também o uso de urnas informatizadas foi eleita pela Comunidade e Comunidade Escolar a Técnica em Educação, Rosilda Perpétua Lima de Andrade, pelo qual após 1 (uma) hora após o pleito, já estavam os votos contabilizados e anunciada o resultado eleitoral.

1.2 Caracterização

A escola está localizada no bairro do Santíssimo, porém atende uma clientela de toda a grande Prainha e de outros bairros de Santarém. Por oferecer ensino desde o 6º ano do Ensino Fundamental (antiga 5ª série) até o 3º ano do Ensino Médio, e também por ofertar turmas de 1ª e 2ª EJA do Ensino Médio, possui uma clientela diversificada e que exige, portanto, metodologias diversificadas.

A relação da comunidade com a escola não é de envolvimento. O desafio é grande para envolver pais ou responsáveis e membros de entidades comunitárias no andamento escolar.

Quanto à estrutura física são inúmeras as necessidades, especialmente após a reforma inacabada e abandonada pelo poder público, a qual está descrita no histórico deste PPP. A escola, no momento, está funcionando com doze salas de aula, pelo menos seis delas improvisadas para funcionar, o laboratório de informática e a biblioteca, após mais de um ano e meio desativados, por conta da má reforma e hoje funcionam em salas improvisadas e adaptadas para tais recursos. A prática de educação física é feita numa quadra alugada, pois anteriormente as aulas de esporte eram praticadas na Praça da Igreja do Santíssimo estando os alunos vulneráveis às intempéries das condições climáticas.

Atualmente, a instituição é composta por 54 funcionários, dentre os quais: 1(uma) diretora, 1(um) secretário 36 professores, 4(quatro) coordenadoras pedagógicas, 3(três) vigias, 4(quatro) agentes administrativos, 2(duas) serventes, 3(três) merendeiras e 831 alunos distribuídos nos três turnos; e mais de 400 alunos frequentando o anexo na comunidade do Curuai. Os níveis e modalidades de ensino ministrado são: Ensino Fundamental Regular de 5ª a 8ª séries, Ensino Médio Regular e EJA Médio. (PPP2012)

Voltar

Apoio

Mural de opinião
Mande a sua
   

E.E.E.F.M. FREI OTHMAR
Trav. Prof. José Agostinho, s/n. Santíssimo
CEP 68010-230 - Sanatarém - Pará
fone: 3523-2246
E-mail: escolafreiothomar@seduc.pa.gov

Nossa redação: redacao@escolafreiothmar.g12.br

Área restrita